Posts Tagged ‘premiação

14
set
09

Kanye West vs. (quase) Todos

Ele leva premiações à sério.

Eu poderia dizer “O VMA ’09 começou em baixo nível”, mas isso depende do ângulo de visão. É claro que para isso tiro de questão a homenagem à Michael Jackson. Estou falando da premiação em si.

O primeiro prêmio da noite era “Melhor Vídeo Feminino”. Concorriam Lady Gaga, Kate Perry, P!nk, Kelly Clarkson, Beyoncé e Taylor Swift – que levou o prêmio de forma totalmente inesperada.

Mas a grande surpresa estava por vir, enquanto a garotinha agradecia pelo prêmio, Kanye West sobe ao palco e pega o microfone de suas mãos.andarvma2

“Taylor, eu estou realmente feliz por você,vou deixar você terminar de agradecer. Mas, a Beyoncé fez um dos melhores vídeos de todos os tempos. Um dos melhores vídeos de TODOS os tempos.”

Foi uma entrada de 15 segundos que nos faz pensar em banir Kanye West de premiações. Taylor Swift ficou sem reação não conseguiu completar o discurso, mas a platéia levantou em defesa da popstar teenager. E deste momento em diante vaiou todas as vezes que o nome “Kanye West” foi pronunciado. [O desfecho dessa história aqui]

Não acho que ele foi grosseiro, mas foi desnecessário. Imagine se todos os que não concordassem com uma premiação subissem ao palco, não teríamos tempo para os agradecimentos.

Kanye West pediu desculpas em seu blog, logo no final da premiação. Fica difícil falar disso, já que essa não foi a primeira vez de desabafos e “prepotência”.

Abaixo tem um trecho do TopTop MTV com tema “Metidos”. Kanye West ficou com o segundo lugar por dar chiliques bem piores que o deste 13 de setembro.

Da primeira vez foi no EMA (Europe Music Awards) 2006, Kanye West levou o prêmio de “Melhor Hip-Hop”, mas perdeu melhor vídeo para “We Are Your Friends” – Justice vs. Simian. O rapper não queria saber de amizade e reclamou.

Já no VMA ’07, Kanye West estava indicado em 5 categorias e perdeu todas. Agora sim, imagine o chilique! Imagine não, VEJA!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

O assunto premiação para Kanye West é algo sério, o problema é que parece que nessas situações ele se acha o único juiz. Problemas de ego?

Segundo suas próprias palavras no post em que pediu desculpas a Taylor Swift:

“Eu dei meus prêmios para o Oustkast quando eles mereceram mais do que eu. É assim que é! Eu não sou louco, sou apenas justo! Desculpem-me por isso!”

Posts relacionados:

Kanye West vs. Taylor Swift

Kanye West vs. 50 cent – Round 2, fight!

I’M SOOOOO SORRY TO TAYLOR SWIFT AND HER FANS AND HER MOM. I SPOKE TO HER MOTHER RIGHT AFTER AND SHE SAID THE SAME THING MY MOTHER WOULD’VE SAID. SHE IS VERY TALENTED! I LIKE THE LYRICS ABOUT BEING A CHEERLEADER AND SHE’S IN THE BLEACHERS! …………………… I’M IN THE WRONG FOR GOING ON STAGE AND TAKING AWAY FROM HER MOMENT!
Anúncios
22
fev
09

Oscar – Live Blogging

ANDaR! e Highpop no Oscar

ESSE É O LINK!

Para quem quiser também vídeo estou acompanhando por este canal da justin.tv http://pt-br.justin.tv/mordane2

O Terra também está transmitindo http://noticiasaovivo.terra.com.br/diversao/oscar/159-br/

Você adora a cerimônia mas não vai poder assistí-la pela Tv? Seus problemas continuam. A única que coisa que podemos fazer é rirmos juntos disso e de toda a festa e premiação. Aqui a partir das 20h30 (mais ou menos). Davi Rocha (Trash Blog da MTv e Highpop) estaremos comentando tudo ao vivo, e passando todas as informações mais importantes, é claro. Tudo em tempo real. Para presenciar tudo clique no link, comentários descentes serão aceitos.

ANDaR! e Highpop no Oscar

14
nov
08

Latin Grammy ’08 – Brincar de Ser Feliz

latin

A noite do Grammy Latino não prometia. Mas, não sei se por sorte ou azar, vai dar o que falar!

Pelo primeiro ano, o Grammy teve uma edição apresentada fora dos Estados Unidos. O Grammy Latino (Latin Grammy) ganhou uma edição paralela aqui no Brasil, talvez ensaio de uma emancipação. E pelo exibido,  muitos ensaios serão necessários, ou, podemos dizer, deveríamos ter ensaiado muito mais.

Muitas coisas estavam longe de dar certo. A começar da abertura (para não citar o tapete vermelho apresentado por integrantes do CQC): A companhia de dança de Deborah Colker fez uma apresentação apagada. Com trilha de Andreas Kisser, a coreogtrafia não conseguiu chamar atenção, pelo menos para quem assistia pela TV, a imensa roda em estrutura de metal, figura principal da interação dos bailarinos, estava praticamente escondida, muito atrás no palco.

Os apresentadores-anfitriões eram Daniella Cicerelli e Marcelo Tas. Cicarelli parecia perdida diante de tanta formalidade, o que não lembrava em nada os temps de premiação na MTV. Tas tentava salvar alguma coisa, lembrando as apresentações do CQC. Faltava sincronia entre Tas e Cicarelli, mas não sejamos injustos, faltava sintonia em todo o resto, a técnica, a transmissão, o diálogo entre São Paulo e Houston (onde acontecia o Latin Grammy), estava um pouco bagunçado, pelo menos, até o 4° bloco.

Eu explico: o primeiro prêmio referia-se ao melhor albúm de samba/pagode, enquanto Beth Carvalho era anunciada vencedora, nos mostraram uma vinheta do Paulinho da Viola. E, isso era só o começo. Entre patacoadas de erros de sincronia, e de roteiro, troca de cenário, entradas (sem graça) de humoristas do CQC…, entraram, no quarto bloco, as Irmãs Galvão para salvar o show: as duas senhoras trouxeram  o humor e a descontração que o prêmio brasileiro precisava. Com piadas não-ensaiadas, anunciaram os indicados, e, depois, também fugindo do script, o vencedor (errado), deram o envelope errado para as Galvão, o que (fora do controle da dupla) fez, por algumas partes de segundo, dar o prêmio de “Melhor Albúm de Música Tradicional Regional ou de Raízes Brasileiras” para Seu Jorge, que não era indicado nesta categoria. Mas, as irmãs corrigiram com espontaneidade. Foram o extremo da festa, o pico e a depressão. No ponto alto, trazendo ritmo, descontração e simpatia. No ponto baixo, quando não existe nada pior em uma premiação, do que chamar o vencedor errado, sinônimo de falta de organização.

(continua…)

VEJA QUEM GANHOU LATIN GRAMMY 2008

Vencedores:

(categorias brasileiras)

Melhor Álbum de Samba/Pagode: “Canta o Samba da Bahia Ao Vivo”, Beth Carvalho

Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro: “Sim”, Vanessa da Mata

Melhor Álbum de Rock Brasileiro: “Cidade cinza”, CPM 22

Melhor Álbum de Música Tradicional Regional ou de Raízes Brasileiras: “Grandes clássicos sertanejos acústico I”, Chitãozinho e Xororó

Melhor Álbum de Música Contemporânea Regional ou de Raízes Brasileiras: “Qual o assunto que mais lhe interessa?”, Elba Ramalho

Melhor Álbum de Música Romântica: “Acústico II – Vol. 1”, Bruno & Marrone

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira: “América Brasil, o disco”, Seu Jorge

Melhor Canção Brasileira: “Som da chuva”, Marco Moraes e Soraya Moraes

 

(categorias gerais)

Álbum do Ano: “La vida… es um ratico”, Juanes

Revelação: Kany García

Melhor Álbum Vocal Masculino: “La vida… es um ratico”, Juanes

Melhor Álbum Pop para Duplas ou Grupo Vocal: ”Fantasia pop”, Belanova

Melhor Vídeo Musical versão curta: “Me enamora”, Juanes

Melhor Vídeo Musical versão longa: “MTV Unplugged”, Julieta Venegas

Melhor Álbum de Música Cristã – Língua espanhola: “Tengo sed de ti”, Soraya Moraes

Melhor Álbum de Música Cristã -Língua portuguesa: “Som da Chuva”, Soraya Moraes

Melhor Álbum Instrumental: “Orquesta filarmónica de Bogotá – 40 Años”, de Orquesta Filarmônica de Bogotá

Melhor Álbum de Música Folclórica: “Caballo!”, de Cholo Valderrama

Melhor Álbum de Tango: “Buenos Aires, días y noches de tango”, produzido por Andrés Mayo

Melhor Álbum de Música Flamenca: “Una guitarra en Granada”, de Juan Habichuela

Melhor Obra/Composição Clássica Contemporânea: “Concierto del Sol”, de Carlos José Castro

Melhor Projeto Gráfico: “Buenos Aires, días y noches de tango”

Melhor Álbum Tropical Tradicional: “90 millas”, de Gloria Estefan

Produtor do Ano: Sergio George

Melhor Engenharia de Gravação para um Álbum: “Dentro do mar tem rio – Ao Vivo” (Maria Bethânia), de Moogie Canazio e Luiz Tornaghi

Melhor Álbum de Rock Vocal – Dupla ou Grupo: “Eternamiente”, de Molotov

Melhor Canção Alternativa: “Volver a comenzar”, de Café Tacvba

Melhor Álbum de Rock Vocal solo: “La lengua popular”, de Andrés Calamaro.

Melhor Álbum de Jazz Latino: “Afro Bop Alliance”, de Caribbean Jazz Project Featuring Dave Samuels

Melhor Álbum Infantil Latino: “El heredero”, de Miguelito

Melhor Álbum de Música Clássica: “Pasión española”, de Plácido Domingo

Melhor Obra/Composição Clássica Contemporânea: empate entre “Concierto del Sol”, de Carlos José Castro, e “Tahhiyya li ossoulina”, de Sérgio Assad

Melhor Álbum Pop para duplas ou grupo vocal: “Fantasía Pop”, Belanova

Melhor Álbum de Música “Urban”: “Los extraterrestres”, de Wisin e Yandel

Melhor Álbum de Música Alternativa: “MTV Unplugged”, Julieta Venegas

Melhor Álbum de Salsa: “El cantante”, de Marc Anthony

Melhor Álbum de Cumbia/Vallenato: “Sólo clásicos”, de Peter Manjarrés, Emiliano Zuleta e Sergio Luis

Melhor Álbum Cantor Campositor: “Rodolfo”, Fito Paez

Melhor Álbum de Música Ranchera: “Para siempre”, Vicente Fernández

Melhor Álbum de Música Banda: “Ayer, hoy y siempre”, de Los horóscopos de Durango

 

 

 

 




Principais mensagens

coverblog

escolta alternaniva

Na telha

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

BlogBlogs

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs
Yoomp

StatCounter

free hit counters