Posts Tagged ‘indie

08
abr
10

Monarchy – O nascimento de uma fênix?

UPDATE: Tem gente falando que são os caras do Hot Chip. (Vou ter que fazer outro post)

Não tenho muitas informações dessa banda, dupla, ou projeto. A descrição deles no Last.Fm é a seguinte:

Parece uma dupla que não quer mostrar muita coisa além da própria música. Parece que o single de estréia deles sai no dia 19 de abril. Uma semana depois (não contem para nínguem que já vazou), sai a Kituné Maison Compilation 9, e vai ter coisa brasileira nela – o remix dos Twelves para uma música do Two Door Cinema Club. A coletânea do selo de electro/indie fecha com Monarchy – “The Phoenix Alive”, que já tem vídeo, muito bem produzido por sinal por dandelion & burdock.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Monarchy – Phoenix Alive“, posted with vodpod

Monarchy | MySpace

Kitsune | Site | Myspace

Kitsune 9 – Tracklist

1. Washed Out – Belong
2. Gamble & Burke – Let’s Go Together
3. Penguin Prison – Animal Animal
4. Jamaica – Short and Entertaining” (Produced by Xavier from Justice)
5. Crookers Feat. Yelle – Cooler Couleur
6. Jupiter – Vox Populi (Lifelike Treatment)
7. Yuksek “Supermenz (We’re Not)”
8. Fenech-Soler – Stop And Stare
9. Two Door Cinema Club – Something Good Can Work (The Twelves Remix)
10. Logo – La Vie Moderne
11. Silver Columns – Brow Beaten
12. Holy Ghost! – Say My Name
13. Hurts – Wonderful Life (Arthur Baker Remix Kitsuné Edit)
14. Gypsy & The Cat – Time to Wander (Joan Of Arc Remix)
15. Feldberg – Dreamin’
16. Your Nature – Forward Motion
17. The Good Natured – Your Body is a Machine (Zebra+Snake Remix)
18. Monarchy – “The Phoenix Alive (The Octans Edit)

07
abr
10

Entrevista – Bruno Nogueira sobre o Abril Pro Rock!

Ao lado de Paulo André e Guilherme Moura (RecifeRock!), Bruno Nogueira (Pop-up!) é responsável pelo que vai tocar no Abril Pro Rock, um dos festivais mais importantes do Brasil, dando grandes chances a bandas independentes de conquistar o público.

Aqui, em 4 respostas, Bruno fala de como acontecem as escolhas, do que espera orgulhoso, do que deu errado e do intresse e investimento estrangeiro no festival.

Está por fora do que vai acontecer no Abril Pro Rock deste ano, fiz um post mais explicativo aqui.

Qual a principal preocupação na hora de definir as atrações? A equipe quebra muito a cabeça?

São tantas preocupações que é difícil destacar uma principal. O primeiro é pensar em bandas que nunca tocaram no Recife, apresentar coisa nova e relevante para o público. Em segundo, acho que é evitar repetir bandas com um máximo de três anos das edições passadas. Pau a pau com essas duas questões estão os custos, fazer tudo dentro do orçamento do festival.

Só isso já é trabalho suficiente para quebrar bastante a cabeça. Somos três na curadoria, então some isso ao fato que quase nunca concordamos com a opinião do outro. O conflito é bom, porque filtra bastante as opções.

Qual é a sua banda preferida do line-up?

No momento é o Nevilton. Eu vi o show deles ao vivo em Cuiabá e fiquei de queixo caido – assim como todo mundo que estava lá. Acho que vai ser um dos 3 melhores shows do festival.

Que banda que deu mais trabalho para trazer para o festival?

As bandas que deram mais trabalho trazer não estarão tocando no festival. Queriamos muito ter a Eddie e o Mombojó esse ano, por exemplo. Mas a primeira estava em turnê no sudeste. Chegaram a fazer contra-proposta, que cobrimos, e decidiram não vir mesmo assim. Já a segunda pediu um cachê fora da realidade do festival. No mais, todas as bandas meio que “fluem” com o processo todo.

Como vai funcionar o Abril Pro Rock Club? E qual é a idéia de trazer rádios gringas pro festival?

É uma maneira de aumentar a programação em várias noites, fazendo uma provocação na cidade que é a falta de uma casa para 500/1000 pessoas para essas bandas se apresentarem. As poucas que existem, só abrem espaço para esse tipo de banda em dias como terça-feira, que é dificil de dar público. Também aproveitamos para reforçar os artistas mais regionais, que estavam fora da programação do Abril nos últimos dois ou três anos.

Não estamos trazendo rádios gringas. São elas que estão interessadas em vir. A BBC tem uma relação muito próxima com a música pernambucana. E a Radio 3 de Portugual está começando a crescer esse interesse também. Isso serviu como outra provocação feita pelo Abril. Enquanto as rádios locais não tocam bandas da cidade (não se escuta Nação Zumbi em nenhuma rádio de Pernambuco, por exemplo), as da Europa tocam e ainda por cima investem. [Algumas] noites serão promovidas pelas rádios, ou seja, elas estão patrocinando especificamente essas noites.

06
abr
10

Saiu a programação do Abril Pro Rock 2010!

Um dos maiores festivais de música independente do Brasil chega a 18ª edição – as bandas que vão participar da festa já foram divulgadas.

O Abril Pro Rock acontece desde 93, em Recife, Pernambuco. Um festival que valoriza as boas bandas brasileiras independentes e que apresenta alguns artistas ao grande público antes das gravadoras.

Superguidis no Abril Pro Rock 2008

Superguidis no Abril Pro Rock 2008*

O trabalho de organizar, pesquisar e convidar bandas para o festival é de Paulo André, produtor do festival desde a primeira edição; Guilherme Moura, editor do site RecifeRock!, e Bruno Nogueira (quem eu entrevistei), do Pop-up!, que já carregam 3 anos de Abril Pro Rock.

A programação deste ano já foi divulgada. Entre os principais a se apresentarem temos Patu Fu (MG), Nevilton (PR), Wado (AL), Afrika Bambaataa (USA), Instituto Mexicano Del Sonido (MEX) e The Varukers (ING); ao todo, são mais de 24 bandas nos dois dias principais de shows.

Este ano, o Abril pro Rock tem uma programação para 11 dias. Começando as atividades no Rio de Janeiro, nos dias 9 e 10 com Mundo Livre S/A, Sambaê, Instituto Mexicano Del Sonido, DJ Dolores, banda Tono e oDJ Bruno Pedrosa para fechar as duas noites do festival no Teatro Odisséia. Depois deste aquecimento, são mais 9 dias de programação em terras pernambucanas.

Além dos shows principais  – que acontecem nos 16 e 17, obviamente, de abril, no Pavilhão do Centro de Exposições de Pernambuco – a organização criou o APR Club. Para o clube, bandas, em sua maioria locais, irão se apresentar em um casarão de recife. A idéia é mostrar o quanto a cidade precisa de um lugar para abrigar a cena local de bandas independentes. Uma das coisas mais legais é três destas noites serão patrocinadas por rádios estrangeiras: 2 pela BBC Radio 3; a outra pela rádio portuguesa Antena 3.

Para a programação completa, acesse o site do festival.

*imagem disponível no Flickr do festival.

SERVIÇO | Abril Pro Rock 2010: 18 anos
:: Abril Pro Rock no Pavilhão do Centro de Convenções
Local: Dias 16 e 17 de abril. Abertura dos portões às 20h (dia 16) e 17h (dia 17).
Ingressos: R$ 40 (inteira); R$ 20 (meia-entrada); R$ 25 (ingresso social, com 1 kg de alimento não-perecívelInformações: 3421.5380

:: APR Club
Local: Casarão 143, da Rua do Apolo, Bairro do Recife
Ingressos: R$ 10 (meia), R$ 20 (inteira) e R$ 15 (ingresso social)
Informações: 3421.5380

:: Oficinas de Qualificação do APR
Local: Centro Cultural dos Correios
De 12 a 24 de abril
Gratuitas
Informações: 4101.1551

Na internet:
http://www.abrilprorock.info
http://www.twitter.com/abrilprorock
http://www.fotolog.com/abrilprorock
http://www.myspace.com/abrilprorock

Instituto Mexicano Del Sonido, atração de 2010

23
dez
09

Diga-me que banda ouves, eu te direi quem és

Foi isso que um blog gringo fez: “Estereotipou” os fãs de bandas indies. O resultado foi uma lista preconceitusamente divertida cheia de indiretas não tão sutis.

Exemplos:

Animal Collective
Guys who make “Best of the Year” lists in January based predominantly on “feeling.”

CSS
Girls who throw up at every party.

Dirty Projectors
People who like way too many toppings on their pizza.

Grizzly Bear
People who think that world hunger could be assuaged with four part harmonies.

Ra Ra Riot
Girls who got their boyfriends to watch Me and You and Everyone We Know.

St. Vincent
Feminists.

The Flaming Lips
Self-actualized bros who grow pot.

Here We Go Magic
Guys who are ‘over’ Gizzly Bear.

Phoenix
People who don’t listen to enough music.

Wilco
Guys who go to concerts to relax.

YACHT
Someone who, if presented with the opportunity to join a cult, would most definitely join that cult.

The XX
Blog enthusiasts who thought wearing a keffiyeha was awesome.

A graça da lista vai depender da maneira como você trata preconceitos, do seu nível de sarcasmo, e da quantidade de amigos (e pessoas que jogam suas opções musicais na rede) que você identifica na lista – ótima para mandar por email.

Teve gente, dando várias indiretas no Twitter, criando seus próprios estereótipos.




Principais mensagens

coverblog

escolta alternaniva

Na telha

BlogBlogs

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs
Yoomp

StatCounter

free hit counters