Arquivo para abril \28\UTC 2009

28
abr
09

Tirando o atraso – sem vergonha ou pudor

As semelhanças de Iggy Pop e Jet ou (“Com quantos plágios se faz um hit?” #2)

Essa veio por indicação, e com um exclamação! Foi bem na lata

“Você já ouviu o plágio do Jet?”

“Não”

“Eles plagiaram muito o Iggy Pop”

“Sério? – O mundo sabe disso?”

“Acho que não”

Mentira(s)!

1 – Se você já ouviu Jet, já ouviu o suposto plágio. Ele está simplesmente no primeiro sucesso da banda australiana, quiça o único sucesso mundial do grupo. Sem saber que era plágio já tinha ouvido.

2 – Plágio, provado ou não, pelo menos um interessado já teve ter notado a semelhança. É que Iggy Pop é parceiro dos australianos. Minha hipótese é que ele tenha conhecido a banda graças a este plágio e levou de boa, como se o louco do “Mr. Não tenho limites” se importasse com alguma coisa. Ele está sempre viajando, como todo mundo sabe.

Fato(s)!

“Are you gonna be my girl” tem uma batida comovente e não dá para escutar sem ao menos bater o pé, mantenho a ambientação em um bom Garage Rock. E por ser traços muito marcantes a semelhança “Lust for life” é evidente.

O velho Iggy Pop é uma versão (qualquer coisa) louca de James Newell Osterberg (seu nome verdadeiro), uma criança tímida e introvertida.

“Fazemos essas coisas juntos. Porque o Iggy sabe de muitas coisas. Uma coisa do Iggy é que ele banca a vida do Jim. Tenho a responsabilidade de um imenso passado para manter, redimir e, de certa forma, mudar de rumo. Aí tem humildade. Você precisa cair na real – “Olha, nem sempre tive esta casa”. Nem sempre fui tão perspicaz. E esta não é a parte favorita da minha vida. Preferiria muito mais ser como uma moeda novinha e que todo mundo adora. Mas esse não é o meu destino.” [Entrevista na  RS 10/Julho de 2007]

É tudo muito parecido, tirando a linha do vocal. A diferença está principalmente nas datas de lançamento.  “Lust for life” é a faixa que dá nome ao segundo LP solo de Iggy Pop, que antes foi vocalista dos Stooges, foi lançado em 1977 e produzido por ninguém menos que David Bowie. Mais de 25 anos depois, chega às lojas o primeiro CD dos australianos do Jet, que segundo muita gente, estava chegando para revitalizar o bom e velho Rock n’ Roll. E eles fizeram isso quase que literalmente, ou como melhor você entender. Se é que o 60 anos de Iggy Pop precisam de mais vitalidade –  sanidade talvez.

Para não me alongar… [Explicações!]

1 – Este post era para ter vindo em um segunda (hoje é uma terça), na verdade na segunda da semana passada.

2 – Relutei muito para não colocar os vídeo, me pediram para não sobre carregar a página. Mas estes valem à pena, quase literalmente como você entende.

3 – Relutei muito para não colocar o vídeo do Iggy Pop e sua calça transparente, mas por mais sarcasmático que a evidência demonstra, é um boa ilustração.

4 – Parceiros, ou não, eles gravaram uma música juntos e, olha só, um cover: Foi uma homenagem aos 50 anos de um marco para o rock australiano. A música é “Wild One” de Johnny O’keefe (1935 – 78) – conterrâneo do Jet. A data de lançamento deste single – 5 de Julho de 1958 – é considerada o aniversário do Rock n’ Roll australiano. A versão de 2008 você confere logo abaixo.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Jet and Iggy Pop – Wild One“, posted with vodpod

5 –  Outros vídeos vc encontra na barra lateral do blog ou na minha página do Vodpod.

27
abr
09

Autistas também se divertem

Jogos clássicos de dia de chuva e sol para quem não sai da frente do computador.

mrbean

Por um ou qualquer motivo, sempre tem aquela vez que a turma não quer sair de casa. É ai que recorremos as caixas empoeiradas de jogos de tabuleiro, ou a jogos caseiros. Mas hoje, a dica vai para quem não tem esses jogos em casa ou não tem amigos.

Da categoria de jogos descrita, dos mais clássicos temos o Imagem & Ação ou a mímica livre. Não precisamos de mais descrições por serem jogos tão populares. E de tão populares acabarão migrando para a rede. Para quem tem amigos nerds ou descolados que gostam de mímica e não querem sair de casa, dá para promover o jogo pela com câmeras como numa teleconferência ou uma trasmissão simples na Justin.tv. Mas se for fazer isso, por favor feche a porta do quarto para não ser encontrado em uma situação bizarra.

Se você está sozinho e quer se entreter, tem uma versão genérica. Fazendo mímica por meio de desenhos. O site é o Isketch.net. Divididos em salas por tema e idioma, a adivinhação acontece por desenhos. Não precisa ter muito talento com o mouse é só ter um pouco de humor e paciência.

Outro jogo que você encontra pela internet é o “Stop”. Aquele que você tem escrever o nome de coisas iniciadas por uma letra pré-definida. É a mesma coisa. Você pode criar salas fechadas ou públicas, escolher quantas pessoas podem participar na sua sala, as categorias de palavaras e o número de rodadas. As letras são geradas aleatóriamente pelo site. Para jogar acesse: www.stopots.com.br.

Pode ser quem em breve criem uma versão digital para Twister. Será?

iphone_twister

Twister para iPhone?

25
abr
09

(Des)esperados vídeos

O Bob Dylan lança um disco quando ninguém espera. O Green Day faz todo mundo ficar esperando o novo disco. Mas, hoje, vamos falar sobre os vídeos:

Esta semana sairam os primeiros materiais em vídeo de Bob Dylan e Green Day dos já anunciados singles, respectivamente, “Beyond Here Lies Nothing'” e “Know Your Enemies”. E você não vai se surpreender. Apenas, mais dois vídeos.

O vídeo do Green Day traz imagens da banda tocando atrás de grades e arames farpados como os de um penitenciária americana. No final, acendem silhuetas de fogo nas por trás dos integrantes das bandas. É um clipe, bonito e só.

O “vídeo” do Bob Dylan parece daqueles caseiros feitos por fãs para colocarem a música do artista no youtube, ou para algum outro efeito viral brega – música e fotos em slides. E só? Só. Acho que uma bom dado é que as fotos são de Bruce Davinson e compõem a série Brooklyn Gang. As fotos também estarão no encarte do disco de Dylan.

Há algum tempo, me reclamaram por colocar muitos vídeos no blog por que carregava demais as páginas. Pensando nisso, coloquei os vídeos na barra lateral, é só clicar na imagem do vídeo e assistir. [espero os comentários sobre esta opção]

Para quem quiser, vou deixar também o link para assistir no vodpod:

Green Day – Know Your Enemy

Bob Dylan – Beyond Here Lies Nothin’

16
abr
09

A Música e a Internet #4 – Futuro com presente?

Amanhã, sai o resultado do julgamento do Pirate Bay. O site que disponibiliza torrents e o compartilhamento de 700-044049arquivos. Seus fundadores estão sendo jugados na acausação de “promover a infração de downloads ilegair, por outras pessoas, burlando a lei de direitos autorais”. O assunto já foi discutido em posts anteriores, mas o que eu mias vi nestas últimas semanas foi o download gratuito de novos singles disponibilizados pelos próprios artistas ou gravadoras.

Acho que até perdi a conta, foi pelo menos um por semana, neste último mês. Acabo achar o novo single do Moby – Shot in the Back of the Head. Esta semana, baixei a nova da Dave Matthews Band – “Funny The Way It Is”. Semana passada, trouxe para a mimha , depois de responder questionário, o single do Cérebro Eletrônico – “Marcha de Núpcias do Carnaval”. Antes ainda consegui Bob Dylan, Marilyn Manson e tentei baixar uma do Prince.

O fato é que os artistas estão mostrando como usar a Internet a seu favor. A estratégia principal é divulgar, dando uma prévia do que você pode adquirir com o disco e na mesma página um botão para compra antecipada do disco, fazer uma reserva da versão física ou digital do álbum, já que lançar os produtos em diveros formatos com diversos bônus também é tendência.

Definitivamente, a internet não é inimiga da música. Uma das defesas dos acusados é que não ganham nenhum lucro ao permitir a troca de torrents entre os usuários do site, e que não amazenam nenhum arquivo ilegal em seus servidores. Outro argumento é que não há prova real de que são os downloads que diminuíram a receita das gravadoras. Eu acho que as empresas devem buscar alternativas se ainda quiserem vender. O veredito da corte sueca sai amanhã.

Veja a série “A Música e a Internet”

Posts Relacionados

A Música e a Internet

A Música e a Internet #2 – O Fim da Comunidade Discografias

A Música e a Internet #3 – Conspirações

08
abr
09

CLIP – Eminem – We Made You

O rapper lançou seu novo vídeo, mais (não mas) daqueles cheios de chacotinhas.As paródias são boas, sem negar que muitas vezes ele erra no exagero. Mas nada que assuste. A não ser os fãs dos artistas que podem sentir-se ofendidos.Aparecem no vídeo: Amy Winehouse, Britney Spears, Lindsey Lohan, Blake Fileder-Civil, John Mayer, Bon Jovi, Axl Rose e Sarah Palin.Eminem gosta de chacotas e bom humor, e, quem sabe, um certo mau gosto. Mas tem quem compartilhe dos mesmos espíritos. Um que fez sucesso anteriormente foi “Just Lose It”, que você pode relembrar aqui.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “CLIP – Eminem – We Made You“, posted with vodpod

Eminem gosta de chacotas e bom humor, e, quem sabe, um certo mau gosto. Mas tem quem compartilhe dos mesmos espíritos. Um que fez sucesso anteriormente foi “Just Lose It”, que você pode relembrar aqui:

01
abr
09

Curta – Kanye West

Seu novo clip será um curta-metragem e pode ter entre 10 e 15 minutos. 12kanyenewfull

A informação vem do site da NME, que noticia a parceria entre o rapper/produtor com o diretor Spike Jozen,  indicado ao Oscar por “Quero ser John Malkovich“(1999) e criador do programa “Jackass“.

O filme servira de video clip para a faixa “See You In My Nightmares” do último album de Kanye West, 808s and Heartbreak (2008).

O último clip lançado pelo cantor foi Welcome to Heartbreak, dirigido por Nabil Elderkin . Um vídeo cheio de efeitos gráficos.




Principais mensagens

coverblog

escolta alternaniva

Na telha

BlogBlogs

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs
Yoomp

StatCounter

free hit counters